quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

PASSEIO NATAL 2012

O dia não podia estar melhor para a passeata que estava programada nesta manhã de domingo. Como combinado o pessoal apareceu de gorro à Pai Natal naquele que seria o último passeio antes da consoada. Bem dispostos como sempre arrancamos para a primeira fase do passeio. Sim, primeira fase, uma vez que pelo meio estava agendado uma merenda (Pão de Ló, Bolo Rei e Vinho do Porto).Como era necessário ganhar apetite as subidas foram o prato forte fazendo parte as Senhoras do Monte e Lijó. O intervalo foi em Pinheiro para o reforço. Já bem aviados trepamos à Penha por tudo quanto era parede numa tentativa de fazer sair pelos póros o liquido ingerido.
A descida pelo downhill colocava um ponto final no passeio.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

JANTAR DE NATAL




PASSEIO DE NATAL

Para o próximo domingo está oficializado o nosso "Passeio de Natal". Não será diferente do habitual aos domingos, a não ser o promenor de todos nós termos de levar um gorro natalicio para comemorar à nossa maneira esta quadra.

domingo, 16 de dezembro de 2012

PASSEIO À CHUVA COM OS MURALHAS

Apesar da muita chuva que caiu toda a manhã, o dia acordou seco. Apesar disso só deu mesmo para chegar ao café porque depois foi só banhada. Mesmo assim aparecemos sete corojosos de depois de nos juntarmos aos Muralhas deu um grupo considrravel. Para que não houvessem queixas elesnescolheram o traçado, e , em boa hora o fizeram já que foi muito bem escolhido. Alguns dos trilhos já eram nossos conhecidos, outros nem por isso. Digamos que foi um passeio à medida do tempo que se fazia sentir. Já agora um abraço ao pessoal dos Muralhas.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

ÁS VOLTAS COM A VOLTA

Partimos para a rotina domingueira com o Magalhães aos comandos. O destino tinha como objectivo fazer parte do passeio de Silvares, coisa leve devido á lesão rotuliana do comandante. A verdade é que devido à modificação paisagistica demos voltas dentro da volta. Na parte final entramos na linha em direcção às Senhoras do Monte terminando em beleza.




segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

CABRA VELHA

Com hora marcada para as 7.15h da matina no Largo da Mumadona o pessoal lentamente foi chegando, primeiro os que tinham que carregar as "burras" no atrelado e nas duas carrinhas, depois os que já o tinham feito. Tudo a tempo e horas para a partida agendada, cerca das 7.45h rumo a Cabeceiras de Basto.
Um "briol" desgraçado logo pela manhã fez com que o pessoal viesse agasalhado até às orelhas numa tentativa de afastar o vento gélido que se fazia sentir.
Uma vez tudo bem acondicionado, bicicletas e bttistas, arrancamos em caravana até ao local de partida bem no coração de Cabeceiras. Estava na hora de descarregar as máquinas e preparar a partida, retardada pelo atraso de um companheiro que se deslocou desde Ponte de Lima, com a foto da praxe.

Cumpridos os rituais, bora que se faz tarde, arrancamos monte acima num pelotão de 40 "gingas". Fácil será perceber que o sossego existente para aqueles lados foi interrompido pelo "chinfrim" dos participantes regalados com o cenário, e ainda estávamos na fase inicial.
Com um sorriso estampado no rosto de todos, lá fomos pedalando com paragens aqui e ali para fazer um click. Aliás, click´s foram só 712…
Bem, o pior momento estava mesmo para vir com uma queda inesperada de um companheiro obrigando uma paragem prolongada até que fosse assegurado o seu regresso visto a lesão que sofreu ao nível da clavícula impedia-o de continuar.
Resolvido o problema estava na hora de voltar a pedalar, até porque o restaurante ainda estava a alguns quilómetros e havia que subir bastante. Finalmente a chegada ao local do repasto cerca das 14.00h onde um fantástico almoço nos esperava, e, onde foram repostas as energias.
Da ementa fazia parte o Cozido à Portuguesa, Posta na Brasa e costelinhas. De entradas presunto e chouriço fizeram as delícias de todos. É claro que tudo isto foi regado com bom vinho. Para finalizar rabanadas, bolo, café e bagaço.
Com uma “tainada” destas, fácil será perceber que os quilómetros em falta seriam descontraídos e alegres. Faltava subir apenas cerca de 1 km e depois só descer fazendo a delícia de todos.
Eis que já noite cerrada chegamos ao local de partida para o regresso a Guimarães.
Uma nota para todos aqueles que nos deram o prazer da sua companhia, nomeadamente ao pessoal do SÓTRILHOS proporcionando um dia de convívio fantástico.
É claro que também não nos podemos esquecer do Filipe, mentor desta iniciativa, que esperamos continue.
Uma última palavra para o nosso amigo Machado, para o qual este convívio foi direccionado, aproveitando a sua presença em casa (Guimarães).

A todos o nosso muito obrigado.

LONGA METRAGEM

terça-feira, 27 de novembro de 2012

CABRA VELHA

OBJECTIVO: CONVIVIO ENTRE OS MEMBROS DO GRUPO (BTT BERÇO) E NESTE CASO AMIGOS DE OUTROS GRUPOS QUE QUISERAM PARTICIPAR. E SÃO BEM VINDOS. ESPERAMOS QUE TUDO CORRA PELO MELHOR VISTO O NÚMERO DE PARTICIPANTES TER EXCEDIDO O HABITUAL.


ENCONTRO: MUMADONA (7H15)
Acondicionamento das bikes no atrelado (quem tiver oportunidade pode trazer a bicicleta no dia anterior, evitando esse trabalho no sábado de manhã, ficando as bikes guardadas no parque). Isto para quem tem transporte assegurado nas carrinhas.

SAÍDA DE GUIMARÃES: 7H45 (O MAIS TARDAR)

PARTIDA PARA O PASSEIO (CABECEIRAS DE BASTO): 8H45

ALMOÇO: 13H30 (MOSCOSO)

CHEGADA PREVISTA (CABECEIRAS DE BASTO): 17H00

PREÇO DO ALMOÇO: 12€

NOTA: NÃO ESQUECER LEVAR ALGUMA COISA PARA COMER DURANTE O PERCURSO

domingo, 25 de novembro de 2012

QUAL CHUVA, QUAL QUÊ...

A manhã deste domingo acabou por ser um bom treino para a "Cabra Velha". Com mais de quarenta quilómetros bem puxadinhos, com o terreno muito pastoso a obrigar a esforço redrobrado o pessoal portou-se muito bem. Desta vez sem avarias, atacamos o monte do Sameiro, primeiro num sobe e sobe, depois num desce e desce e finalmente num sobe e desce de regresso a casa.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

SANTA (SUBIDA) MARINHA

Sem destino traçado e com a saída muito perto das 8.30h, resolvemos acatar as opiniões do Sérgio e ir até Santa Marinha, sem que para isso tivessemos feito "ponta" de alcatrão. Trilhos fantásticos, tuneis de silvas, subidas e descidas vertiginosas. Tudo bem cozinhado resultou no trajecto de domingo.
Pelo meio existiu lugar para a brincadeira, as partidas do Sérgio, que nos sairam bem caras a todos e ainda o trabalho, mecânico, redrobrado do Magalhães., especialista em desviadores traseiros.

domingo, 18 de novembro de 2012

domingo, 11 de novembro de 2012

DURINHO

Já saimos mais tarde que o habitual, na esperança que o tintas ainda viesse, mas não. A ideia era fazer uns trilhos que aprendemos recentemente para os lados do S. BENTO das Pêras. E assim foi com o inicio a ser atalhado pela Penha de forma a ser o mais curto possivel. Falando assim é fácil perceber que só podia dar inclinações medonhas. A frio e atrepar daquela maneira...dassss. Uma vez lá em cima era a vez de disfrutar com as descidas e os trilhos novos em Vizela. Todos ficamos deliciados com as descidas e single tracks até ao centro da cidade com passagem junto ao rio. O regresso fez-se por Moreira de cónegos e mais uns quantos trilhos fantásticos.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

PEDALAR E "CHORAR" POR MAIS

Eram oito da matina e poucos estavamos no local de partida. Bastou apenas esperar mais uns minutos e o grupo engrossou. Foto da praxe e, o Varinho deixou nas "costas" do Filipe a traçado do passeio. Como habitual a decisão foi acertada. Em perspectiva quase 60 km, percorridos por um trajecto muito bom. Passagens pelo Sameiro, Citânea em direcção à Póvoa de Lanhoso. O regresso fez-se pela estrada... Foi então que o pessoal ficou "chanfrado" onde eu (Lopes) me incluo. A frase foi a habitual. Diz o Filipe " vamos com calma", qual calma qual quê, bastou ouvir aquilo e bora que se fazr tarde. Primeiro o Varinho lançou um ataque com resposta imediata, depois o Frank disparou com O john, eu e Varinho atras. O ritmo foi elevado levando à separação do grupo. O varinho acabou por se colar ao Frank, ficando eu e o John seguidos do Arantes e finalmente o Tintas e o Filipe que lhe ficou a fazer companhia. Enfim, loucuras que têm de acabar.


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

CORAJOSOS

A redacção do BTT BERÇO soube de fonte segura que a manhã de DOMINGO, com apenas 3 corajosos em acção, foi de penar. A chuva e o frio que se fezeram sentir até meio da manhã não foi fácil. O estalido dos ossos depois da subida à Penha quase fazia das suas e "obrigou" a um cafézinho com chiripiti para aquecer. O regresso a casa foi decidido depois da descida, mas o espreitar do sol ainda manteve dois dos tres resistentes para mais alguns quilometros numa incursão pelas Senhoras do Monte. A terminar, uma visita ao Sr. FERNANDO que depois do mau bocado que passou com a cambalhota e uma semana de recuperação regressa lentamente à normalidade. Já sem os pontos e com uns cremezitos para ficar bonito está a ficar pronto para voltar a montar a "burra". As melhoras e um rápido regresso. Abraço.


segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O Passeio do João

É verdade. A tradição já não é o que era! Outubro era o mês que representava o final da época dos passeios com o tradicional Passeio dos Duros. Com um traçado a calcorrear as alturas da Cabreira, e com um tempo sempre imprevisível próprio do Outono, fazia jus ao nome. E em 2012, tratava-se da VIGÉSIMA edição deste mítico evento, sempre organizado pelo Romão, pelo que se esperava algo de diferente. E era algo de diferente que se esperava ao ler as páginas deste blogue e do facebook do Romão: uma distância e um desnível positivo acumulado maiores, e um traçado com algumas diferenças em relação a edições anteriores deixavam antever uma jornada de sonho nas encostas sobranceiras a Vieira do Minho. Mas…
Inexplicavelmente (ou talvez não), pela fraca adesão ao evento, o Romão viu-se na contingência de adiar / anular o que deveria ter sido uma recompensa a quem dedicou 20 anos a promover o BTT e um fabuloso dia de BTT para quem participasse. Assim sendo não houve Passeio dos Duros em 2012. No entanto, sete bravos resolveram não aceitar o adiamento e propuseram-se (e ainda bem) efectuar o traçado que os faria percorrer o concelho de Vieira. Eram então 7h15 frente à casa do John já se notava a azáfama própria destes dias, com a troca de suportes de bike, carregamento dos sacos e das próprias “bichinhas”. Tínhamos encontro marcado em Vieira às 8h30 com o Carlos Lopes filha e amigo, e assim nos despachamos a arrancar. Chegados a Vieira, não se perdeu muito tempo, só mesmo a troca do calçado e o ajustar dos capacetes, mochilas e luvas. Ainda não eram 9 já seguíamos em direcção a Atafona para entrar nos trilhos. Com o Paulo a encabeçar já se sabe que o ritmo ia ser espevitado, e as primeiras subidas foram feitas a ritmo já meio sério… Seguiu-se uma descida até à barragem do ermal e aí começávamos a lenta ascenção que nos levaria até ao alto da serra. Primeira paragem (não contando com um furo logo aos 10 min. Lol) no campo de tiro onde se meteu a primeira bucha ao estômago e se viu que que a serra nos iria fustigar com um vento gélido! Seguimos em bom ritmo até às minas da Borralha que assinalavam + ou – o meio do percurso. Como o Paulo viera meio desprevenido de mantimentos, fez-se um leve desvio até um café que serviu umas sandes de presunto e uns cafés. Após sessão fotográfica, encetamos a segunda parte do percurso, que nos levaria até Moinhos de Rei, onde ainda esperávamos que o Romão aparecesse com a feijoada das Trinas! Nada! Daí era só uma penada até Vieira, não esquecendo a mítica subida pós-almoço (noutros tempos). Infelizmente, tivemos que lidar com uma avaria mais séria, um desviador completamente inutilizado e uma corrente retorcida que obrigaram o amigo do Carlos a fazer Duatlo sem contar… ainda bem que já quase só faltavam descidas e menos de 10 kms para o final. Sem direito a banhos, tivemos de ir comer a uma pastelaria lá da terra todos porcos e a cheirar a cavalo… banhos só em casa! Mas mesmo assim foi mesmo um dia espetacular de BTT! A ver se pró ano o Romão organiza melhor!


domingo, 28 de outubro de 2012

O GRUPO SEPAROU-SE

Nem sempre o que parece é! E este fim de semana aconteceu uma separação temporária. Começou no sábado e terminou no domingo.
Com passeio agendado para este sábado, mesmo com a iniciativa anulada 4 elementtos (John, Filipe, Sérgio e o Paulo) deslocaram-se até à Serra da Cabreira para fazer o trajeto do que pretendia ser o Passeio dos Duros - 20anos. Mas isso será contado noutro post.
Já no domingo tres foram fazer o Passeio de Barco (Frank, Paulo e o Arantes) e outros tantos (Lopes, Magalhães e o Varinho) fazer o habitual passeio domingueiro.
Ora, bem cedo fomos chegando ao local de encontro, este domingo com a companhia de dois companheiros, o Isidro e o Martins. Depois de uma certa exitação inicial abamos por nos deslocar até Barco para dar um abraço aos companheiros que iam participar. Logo à partida problemas mecânicos MANDARAM O Varinho para casa, o que é sempre de lamentar.
Com a primeira baixa resolvemos  fazer o ,passeio de barco mas ao contrário, e que aventura. Foi divertido e até quem sabe repetir. Fizemo-lo até ao momento emnque nos começamos a cruzar com os participantes, depois mudamos de direção. O resto, o normal, com a boas disposição a imperar.







quinta-feira, 25 de outubro de 2012

NOVOS MÉTODOS DE TREINO

A nossa foto.reportagem captou em pelo treino um dos elementos do grupo a testar novas formas de aumentar o rendimento. Por isso eles andam!!!!!!!!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

DOMINGO "AZARADO"

Começou bem a manhã deste domingo. O tempo estava bom apesar do frio começar a fazer a sua aparição. Como habitualmente sou dos primeiros a chegar ao café, seguido Sérgio que esta manhã adormeceu chegando um pouco mais tarde. O telemóvel tocou eram 7h50 com a voz do Magalhães do outro lado meio ensonado. Mais um que tinha adormecido. A saída como é obvio foi retardada, mas nada de especial. Dez foi o número participantes.
O Varinho adiantou-se dizendo que ele escolhia o trajeto. Fomos para Stª Quitéria.
O  caminho foi o habitual com uma primeira paragem nas "boxes" logo à saída para compor um furo na bike do tintas. Superado o problema la fomos até à vizinha cidade de Felgueiras sem qualquer problema.
No alto de Stªa Quitéria metemos ums "bucha", demos duas de treta e, quando nos preparavamos para arrancar o Varinho resolveu cair redondo no chão numa altura em que estava em cima da "burra" quase parado. O momento causou uma gargalhada geral de todos. Arrancamos para o regresso por trilhos previamente combinados mas, na primeira descida ainda em Stª Quitéria o inesperado aconteceu. Com o Varinho de máquina em punho a fotografar a descida lá fomos passando uma a um e eu na roda do Sr. Fernando, quando de repente começou a perder o controlo da bicicleta e.....zás, o malho aconteceu. A bicicleta saiu do trilho, a direção torceu e lá foi o nosso "sénior" pelo ar caindo em cheio com a face no chão. Os momentos seguintes foram de alguma apreensão e as perguntas habituais; - "está tudo bem?". A resposta não foi imediata, seguindo-se depois um "...estou todo f"#$%..." e a perda de consciência durante alguns segundos. A preocupação foi generalizada eventando-se a possibilidade de chamar o 112. Mas naquele momento o nosso amigo voltou a si retomando uma recuperação lenta apesar do mau estado da face. A fase seguinte foi passar pelo hospital, que estava a poucas centenas de metros. Feita a assistência necessária o resultado foram uns quantos pontos na face e uns inchaços. O regresso, por incrivel que parece fez-se em cima das bikes, isto porque o Sr. Fernando é teimoso que nem uma "mula". Felizmente não passou de um susto, e o nosso sénior escoltado até casa pelo resto dos companheiros. Depois disto resta-nos apenas desejar as rápidas melhores e domingo....lá estamos.


segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Subir penedos

Num domingo cinzento, a prometer chuva, apareceu pouca gente. Ao menos a decisão sobre o destino foi rápida, com o Sérgio a tomar conta das operações. E com o Sérgio, já sabemos o que nos espera (lol)… Rumo às Sras do Monte, ainda soft, mas depois começamos a fazer malabarismos nos penedos e a subir paredes… passagem pelo circuito de xc de Moreira e paragem no parque de Vizela para a tradicional banana. Com alguns elementos a dispersarem (o Lopes tinha de meter a caçarola ao lume e o Barinho que deve ter adivinhado o que se seguia a irem embora), o resto do grupo encetou uma longa e penosa subida até ao São Bento das Peras, em paralelo e com inclinações a rondar os 30% nas zonas mais íngremes. Daí rumamos à Penha para fazermos parte do Downhill onde resolvi dar algum espectáculo com um malho daqueles! Desta feita foi o Sérgio que nos abandonou, e um grupo já muito restrito continuou a descida até Urgezes e daí até à cidade onde desfilamos completamente enlameados. Fica o gostinho das natinhas e dos coquinhos em Abação, eh eh…

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

PARABÉNS COELHO

PASSEIO BTT " OS DUROS"

ESTÁS CONVIDADO
2012 é o ano em que o “Passeio dos Duros” comemora o seu 20º aniversário.
Para celebrar os 20 anos de aventura na Serra da Cabreira a organização do evento propõe-se proporcionar um dia inesquecível aos amantes do BTT que cumpram os pressupostos para participar.
Num trajeto nunca inferior a 80 km e com um acumulado a rondar os 2700 metros, sem guia, sem marcações no percurso e com as coordenadas GPS unicamente como referência os participantes terão o único descanso aquando do reforço alimentar.
Em pleno Outono, no final do mês de Outubro, quem sabe com mau tempo à mistura, o andamento terá de ser uniforme para se conseguir terminar ainda com luz do dia.

A aventura promete….

Se te sentires preparado inscreve-te através de:

NIB: 004511204015429762755 – 15€ até ao dia 25 de Outubro 2012

1. A inscrição só será válida após o envio do comprovativo do respetivo pagamento para bttberco@gmail.com

2. Caso o participante não tenha seguro próprio será necessário o envio dos dados pessoais (Nome, Nº de BI e Data de Nascimento).

3. No caso de já ter seguro basta apenas o nome juntamente com o comprovativo.




segunda-feira, 8 de outubro de 2012

VOLTAS E VOLTINHAS

Num domingo cheio de sol e calor, contrariamente ao que os especialistas do tempo previam, a manhã esteve muito boa. Saúda-se as presenças do Sr. Fernando e do Frank num passeio em que as paredes dominaram o percurso. Sem mais alongas fquem com as fotos do passeio.

domingo, 30 de setembro de 2012

NO DIA DA RAMPA DA PENHA

...o grupo esteve mais compostinho. Apareceu o Arantes e o Isidro. Depois de alguns trajetos proposto, e, porque teriamos passagem obrigatória pela Penha, já que hoje era dia de RAMPA, arrancamos em direção a Stª Marinha via casa do john. Com um andamento inicial algo "nervoso" lá fomos percorrendo quilómetro a quilómetro. Uns mais fortes outros nem por isso a coisa lá se foi compondo. Uma vez já no regresso foi a vez do arantes proporcionar o momento de maior adrenalina com uma descida fantástica. Pior mesmo foi a subida, mas isso....
Faltava mesmo completar o passeio com a subida à Montanha da Penha para ver os bólides a passar.
Porque as passagens estavam cortadas tivemos de sofrer mais um bocado, e que bocado, para chegar ao local.
Apreciada a velocidade regressamos a casa por alguns trilhos nunca dantes navegados.
Foi bom andar com um grupo mais numeroso apesar de alguns ainda estarem a faltar, mas aos poucos a coisa regressa à normalidade.



Varinho, destemido depois de atacar uma descida cheia de calhãos.


O joelho ficou neste estado.
Se vissem como ficaram as pedras transformadas em areia miúda.






sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Maratona de Cycling

Plataforma das Artes acolhe evento oficial de Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura

Numa organização da Tempo Livre e de Guimarães 2012, realiza-se AMANHÃ 29 de setembro (sábado) uma Maratona de Cycling na Plataforma das Artes.
A iniciativa integra o conjunto de eventos promovidos pela Tempo Livre no âmbito de “Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura (CEC)” com os propósitos de associar a cultura ao desporto e de promover a prática desportiva.
Com início às 20h12 horas, a Maratona de Cycling será de participação gratuita e aberta a todos os interessados, desejando-se que a mesma constitua uma grande e marcante manifestação desportiva.
As inscrições podem ser efetuadas no Complexo de Piscinas de Guimarães (Alameda dos Desportos, Candoso S. Tiago, 4835-235 Guimarães Telefone: 253 423 200 / Fax: 253 423 209, Email: piscinas@tempolivre.pt).ou em qualquer um dos ginásios aderentes à iniciativa.





DESCOBRIR GUIMARÃES

É já amanhã, traz a tua bicicleta e participa na “caça aos
tesouros” de Guimarães. O desafio é agarrar na bicicleta e explorar a
cidade por percursos alternativos, à procura de histórias e paisagens
sinalizadas pelo “Descobrir Guimarães”. Este projeto preparou um
circuito para fazer de bicicleta. Vai ter várias etapas, ao longo das
quais se vão fornecendo pistas para chegar à etapa seguinte. Esta
espécie de “caça aos tesouros” escondidos vai levar-te a descobrir
recantos, pormenores, locais característicos e outros menos prováveis
da cidade de Guimarães que, de outra forma, não descobririas tão
facilmente. Só tens de seguir as pistas e a sinalética que está
distribuída ao longo de todo o circuito. A gastronomia não fica
esquecida. Há refrescos e petiscos, entre as etapas, com paragens
obrigatórias em alguns locais de restauração da cidade. Este circuito
de bicicletas associa-se, assim, à Ronda dos Bares, com a colaboração
da Pizzaria Villa Fiori, Snack Bar Vitoriano, Café Diploma,
Pastelarias Caneiros e o Bar Tásquilhado, uma iniciativa que já se vem
realizando na cidade.
O local de partida é no Largo Dr. Mota Prego (Traseiras dos CTT) pelas 15.00h.


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

DESAFIO

Antes de mais esta foto serve para lembrar um amigo, e depois para ver se alguém descobre quando e onde este cromo de bigodinho tirou esta foto.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

AFINAL NÃO CHOVEU

Na manhã deste domingo as previsões do tempo não eram muito famosas, estava prevista chuva, muita chuva e até trovoada. A verdade é que nada disso aconteceu, pelo menos pelos locais por onde andamos.
A adesão foi muito fraca com muitas ausências que deverão ter que ser justificadas a devido tempo. Antes de mais dizer que estou a escrever estas linhas sem ter estado presente, mas nem por isso deixam de ser fidedignas. Voltando às ausências, no que a mim (Lopes) diz respeito deveu-se a uma indisposição, agora quanto aos outros....logo veremos.
Bem, a verdade é que à hora da partida estavam apenas 4 (Sérgio, Filipe, Sr. Fernando e o Martins), posteriormente juntou-se o Varinho.
Ora, completo o grupo o pessoal decidiu juntar-se aos Muralhas para engrossar o plotão. A manhã acabou por se compor num passeio agradável a meias com os amigos dos Muralhas.