segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O Passeio do João

É verdade. A tradição já não é o que era! Outubro era o mês que representava o final da época dos passeios com o tradicional Passeio dos Duros. Com um traçado a calcorrear as alturas da Cabreira, e com um tempo sempre imprevisível próprio do Outono, fazia jus ao nome. E em 2012, tratava-se da VIGÉSIMA edição deste mítico evento, sempre organizado pelo Romão, pelo que se esperava algo de diferente. E era algo de diferente que se esperava ao ler as páginas deste blogue e do facebook do Romão: uma distância e um desnível positivo acumulado maiores, e um traçado com algumas diferenças em relação a edições anteriores deixavam antever uma jornada de sonho nas encostas sobranceiras a Vieira do Minho. Mas…
Inexplicavelmente (ou talvez não), pela fraca adesão ao evento, o Romão viu-se na contingência de adiar / anular o que deveria ter sido uma recompensa a quem dedicou 20 anos a promover o BTT e um fabuloso dia de BTT para quem participasse. Assim sendo não houve Passeio dos Duros em 2012. No entanto, sete bravos resolveram não aceitar o adiamento e propuseram-se (e ainda bem) efectuar o traçado que os faria percorrer o concelho de Vieira. Eram então 7h15 frente à casa do John já se notava a azáfama própria destes dias, com a troca de suportes de bike, carregamento dos sacos e das próprias “bichinhas”. Tínhamos encontro marcado em Vieira às 8h30 com o Carlos Lopes filha e amigo, e assim nos despachamos a arrancar. Chegados a Vieira, não se perdeu muito tempo, só mesmo a troca do calçado e o ajustar dos capacetes, mochilas e luvas. Ainda não eram 9 já seguíamos em direcção a Atafona para entrar nos trilhos. Com o Paulo a encabeçar já se sabe que o ritmo ia ser espevitado, e as primeiras subidas foram feitas a ritmo já meio sério… Seguiu-se uma descida até à barragem do ermal e aí começávamos a lenta ascenção que nos levaria até ao alto da serra. Primeira paragem (não contando com um furo logo aos 10 min. Lol) no campo de tiro onde se meteu a primeira bucha ao estômago e se viu que que a serra nos iria fustigar com um vento gélido! Seguimos em bom ritmo até às minas da Borralha que assinalavam + ou – o meio do percurso. Como o Paulo viera meio desprevenido de mantimentos, fez-se um leve desvio até um café que serviu umas sandes de presunto e uns cafés. Após sessão fotográfica, encetamos a segunda parte do percurso, que nos levaria até Moinhos de Rei, onde ainda esperávamos que o Romão aparecesse com a feijoada das Trinas! Nada! Daí era só uma penada até Vieira, não esquecendo a mítica subida pós-almoço (noutros tempos). Infelizmente, tivemos que lidar com uma avaria mais séria, um desviador completamente inutilizado e uma corrente retorcida que obrigaram o amigo do Carlos a fazer Duatlo sem contar… ainda bem que já quase só faltavam descidas e menos de 10 kms para o final. Sem direito a banhos, tivemos de ir comer a uma pastelaria lá da terra todos porcos e a cheirar a cavalo… banhos só em casa! Mas mesmo assim foi mesmo um dia espetacular de BTT! A ver se pró ano o Romão organiza melhor!


domingo, 28 de outubro de 2012

O GRUPO SEPAROU-SE

Nem sempre o que parece é! E este fim de semana aconteceu uma separação temporária. Começou no sábado e terminou no domingo.
Com passeio agendado para este sábado, mesmo com a iniciativa anulada 4 elementtos (John, Filipe, Sérgio e o Paulo) deslocaram-se até à Serra da Cabreira para fazer o trajeto do que pretendia ser o Passeio dos Duros - 20anos. Mas isso será contado noutro post.
Já no domingo tres foram fazer o Passeio de Barco (Frank, Paulo e o Arantes) e outros tantos (Lopes, Magalhães e o Varinho) fazer o habitual passeio domingueiro.
Ora, bem cedo fomos chegando ao local de encontro, este domingo com a companhia de dois companheiros, o Isidro e o Martins. Depois de uma certa exitação inicial abamos por nos deslocar até Barco para dar um abraço aos companheiros que iam participar. Logo à partida problemas mecânicos MANDARAM O Varinho para casa, o que é sempre de lamentar.
Com a primeira baixa resolvemos  fazer o ,passeio de barco mas ao contrário, e que aventura. Foi divertido e até quem sabe repetir. Fizemo-lo até ao momento emnque nos começamos a cruzar com os participantes, depois mudamos de direção. O resto, o normal, com a boas disposição a imperar.







quinta-feira, 25 de outubro de 2012

NOVOS MÉTODOS DE TREINO

A nossa foto.reportagem captou em pelo treino um dos elementos do grupo a testar novas formas de aumentar o rendimento. Por isso eles andam!!!!!!!!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

DOMINGO "AZARADO"

Começou bem a manhã deste domingo. O tempo estava bom apesar do frio começar a fazer a sua aparição. Como habitualmente sou dos primeiros a chegar ao café, seguido Sérgio que esta manhã adormeceu chegando um pouco mais tarde. O telemóvel tocou eram 7h50 com a voz do Magalhães do outro lado meio ensonado. Mais um que tinha adormecido. A saída como é obvio foi retardada, mas nada de especial. Dez foi o número participantes.
O Varinho adiantou-se dizendo que ele escolhia o trajeto. Fomos para Stª Quitéria.
O  caminho foi o habitual com uma primeira paragem nas "boxes" logo à saída para compor um furo na bike do tintas. Superado o problema la fomos até à vizinha cidade de Felgueiras sem qualquer problema.
No alto de Stªa Quitéria metemos ums "bucha", demos duas de treta e, quando nos preparavamos para arrancar o Varinho resolveu cair redondo no chão numa altura em que estava em cima da "burra" quase parado. O momento causou uma gargalhada geral de todos. Arrancamos para o regresso por trilhos previamente combinados mas, na primeira descida ainda em Stª Quitéria o inesperado aconteceu. Com o Varinho de máquina em punho a fotografar a descida lá fomos passando uma a um e eu na roda do Sr. Fernando, quando de repente começou a perder o controlo da bicicleta e.....zás, o malho aconteceu. A bicicleta saiu do trilho, a direção torceu e lá foi o nosso "sénior" pelo ar caindo em cheio com a face no chão. Os momentos seguintes foram de alguma apreensão e as perguntas habituais; - "está tudo bem?". A resposta não foi imediata, seguindo-se depois um "...estou todo f"#$%..." e a perda de consciência durante alguns segundos. A preocupação foi generalizada eventando-se a possibilidade de chamar o 112. Mas naquele momento o nosso amigo voltou a si retomando uma recuperação lenta apesar do mau estado da face. A fase seguinte foi passar pelo hospital, que estava a poucas centenas de metros. Feita a assistência necessária o resultado foram uns quantos pontos na face e uns inchaços. O regresso, por incrivel que parece fez-se em cima das bikes, isto porque o Sr. Fernando é teimoso que nem uma "mula". Felizmente não passou de um susto, e o nosso sénior escoltado até casa pelo resto dos companheiros. Depois disto resta-nos apenas desejar as rápidas melhores e domingo....lá estamos.


segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Subir penedos

Num domingo cinzento, a prometer chuva, apareceu pouca gente. Ao menos a decisão sobre o destino foi rápida, com o Sérgio a tomar conta das operações. E com o Sérgio, já sabemos o que nos espera (lol)… Rumo às Sras do Monte, ainda soft, mas depois começamos a fazer malabarismos nos penedos e a subir paredes… passagem pelo circuito de xc de Moreira e paragem no parque de Vizela para a tradicional banana. Com alguns elementos a dispersarem (o Lopes tinha de meter a caçarola ao lume e o Barinho que deve ter adivinhado o que se seguia a irem embora), o resto do grupo encetou uma longa e penosa subida até ao São Bento das Peras, em paralelo e com inclinações a rondar os 30% nas zonas mais íngremes. Daí rumamos à Penha para fazermos parte do Downhill onde resolvi dar algum espectáculo com um malho daqueles! Desta feita foi o Sérgio que nos abandonou, e um grupo já muito restrito continuou a descida até Urgezes e daí até à cidade onde desfilamos completamente enlameados. Fica o gostinho das natinhas e dos coquinhos em Abação, eh eh…

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

PARABÉNS COELHO

PASSEIO BTT " OS DUROS"

ESTÁS CONVIDADO
2012 é o ano em que o “Passeio dos Duros” comemora o seu 20º aniversário.
Para celebrar os 20 anos de aventura na Serra da Cabreira a organização do evento propõe-se proporcionar um dia inesquecível aos amantes do BTT que cumpram os pressupostos para participar.
Num trajeto nunca inferior a 80 km e com um acumulado a rondar os 2700 metros, sem guia, sem marcações no percurso e com as coordenadas GPS unicamente como referência os participantes terão o único descanso aquando do reforço alimentar.
Em pleno Outono, no final do mês de Outubro, quem sabe com mau tempo à mistura, o andamento terá de ser uniforme para se conseguir terminar ainda com luz do dia.

A aventura promete….

Se te sentires preparado inscreve-te através de:

NIB: 004511204015429762755 – 15€ até ao dia 25 de Outubro 2012

1. A inscrição só será válida após o envio do comprovativo do respetivo pagamento para bttberco@gmail.com

2. Caso o participante não tenha seguro próprio será necessário o envio dos dados pessoais (Nome, Nº de BI e Data de Nascimento).

3. No caso de já ter seguro basta apenas o nome juntamente com o comprovativo.




segunda-feira, 8 de outubro de 2012

VOLTAS E VOLTINHAS

Num domingo cheio de sol e calor, contrariamente ao que os especialistas do tempo previam, a manhã esteve muito boa. Saúda-se as presenças do Sr. Fernando e do Frank num passeio em que as paredes dominaram o percurso. Sem mais alongas fquem com as fotos do passeio.