domingo, 27 de maio de 2012

QUARENTA (km) BEM REGADOS

Em primeiro lugar ficam aqui oficialmente registados os parabéns desejados por todo o grupo ao nosso amigo Fernando Almeida que hoje cumpre mais um aniversário. Está aí para as curvas.
Antes de mais, fazer aqui um aviso muito sério. A hora de saída é às oito e não às oito e um quarto.
Não estejam já de olhos arregalados, estava a brincar.

Ora, para a manhã de hoje existiam dois pontos de interesse:
O 1º tentar averiguar de quem era a bike nova que estava a ser montada e apanhada na nossa foto espia na passada sexta feira.
O 2º saber em que consistia a "cavaca" marcada para as 10.30h-

Bem, quanto ao primeiro, foi fácil, ficou-se logo a ver, era do Filipe que se virou para a specialized. Bem bonita por sinal, mas ainda em testes de afinação. Vai ser bonito, deixem-na estar ao "point" e ninguém o apanha. Já assim sabe deus!!!!!
O segundo tinhamos de esperar mais algumas horas. Subida à Penha para entreter e "deliciar" o Magalhães, descida pela Abação, Urgeses e Parque da Cidade Desportiva.
Eis, que chegamos ao local do reforço ou repasto.
Convém aqui dizer porque ainda não o tinha referido que esta pausa prolongada se deveu à passagem de mais um aniversário do nosso amigo Fernando Almeida.
Ora qual não foi o nosso espanto quando nos deparamos com uma mesa recheada de comes e bebes mais apropriados para uma hora mais adiantada e não às 10 da matina. A verdade é que ninguém se fez rogado e "afiambrou" os petiscos existentes bem regados com um branco frequinho e um Champagne para terminar.
De registar e agradecer o gesto que nos proporcinou aquele momento de convivio. Uma palavra também para a esposa do Sr. Fernando que se deu a todo este trabalho e ainda ter de aturar aqueles comilões. Pelo menos ficou a conhecer as "más" companhias com que anda o marido. eheheheh.
Ora, esta festarola serviu também para descobrir o produto secreto que faz esta malta toda andar. Sim porque sem querer eles denunciaram-se. O segredo está na aletria e não nos biscoitos do cão. O varinho, que, atento ao desenrolar da conversa, conseguiu descodificar tal ingrediente só à conta dele deglotinou para aí três pratos. A esposa dele que se cuide porque a partir de agora e até Santiago vai ser só aletria.
Terminado que estava o "comerete" e "beberete" tinhamos de fazer mais alguns quilómetros. Que remédio! Com o aniversariante aos comandos embicamos para as Srª(s) dos Monte acrescentado aos 20 km já feitos mais 20. Estes com os musculos a estalar e bem mais sofridos, já que nas veias em vez de água corria alcool.
No final, não podiamos deixar de referir a excelente manhã passada na companhia dos amigos.























domingo, 20 de maio de 2012

TREINAR SUBIDAS

Depois de alguma demora no arranque para a volta deste domingo, culpa da amena cavaqueira em que mergulhou o grupo, lá conseguimos por rodas ao caminho. Decidiu-se na hora, já que não estava nada previamente combinado, ir até à falperra motivados pelos barulhos dos motores que este fim de semana por lá andavam. O Filipe tomou a cabeça do plutão e guiou-nos por trilhos, alguns, desconhecidos do pessoal. Bem feita a escolha, com subidas bem interessantes, afinal o que o pessoal gosta. Como diz o ditado, por traz de uma grande subida está sempre uma boa descida. Foi o que aconteceu no regresso. Isto depois de apreciar a passagem de alguns bólides.



domingo, 13 de maio de 2012

CABECEIRAS DE BASTO

Sábado, 12 de Maio 2012, 7.30h da manhã. Toda a gente compareceu à hora prevista. Uma vez engatado o atrelado e acondicinadas as bikes partimos em direção à aventura, Cabeceiras de Basto.
O percurso previamente estudado pelo Filipe tinha como prato forte da parte da manhã, subir, subir, subir e subir....apesar disso as fantásticas paisagens e pequenas aldeias faziam esquecer o plano inclinado.
Quer dizer, o To-Zé passou um mau bocado apesar da sua força de vontade. Depois de tanto subir, uma súbita perda de orientação junto ás ventoinhas, acabou por nos fazer perder algum tempo, num local onde não existia rede nem satélites para colocar a tecnologia ao serviço do grupo. Ainda antes disso, em terras de ninguém e no meio do nada, vislumbramos duas fémeas bem bonitas para gaudio de pessoal que não perdeu a oportunidade de trocar um piropos. Ora, devido ás dificuldades de mobilidade do peso pesado da expedição foi preciso dar uma ajudinha, passado pela estafeta de empurrão até à técnica da câmara de ar utilizada para reboque. O rebocador de serviço foi john, qual assistência em viagem. Uma vez lá em cima foi vislumbrada à distâcia uma pick-up, a qual viria a ser preponderante no transporte do Tó-Zé até muito perto do local onde estava marcado o repasto ( num restaurante bem simpático paredes meias com o nariz do mundo). Nessa altura estavamos a 5 km do banquete. Finalmente chegamos ao local. Um almoço fantástico onde não faltou nada (entradas, refeição, bebidas, sobresa, café e digestivo). Impossivel arranjar defeitos. Para regar as diversas qualidades de chouriço e presunto, seguidos dumas costelinhas e nacos de carne deliciosos, tivemos um tinto de deixar qualquer um de rastos. A sobremesa de bolo e rabanadas completavam o menu. Também não faltou o café e o bagaço, pondo um ponto final na tainada.
A segunda parte do dia reservava-nos 16 km de descidas alucinantes a fazer alucinar quase todo o grupo, tanta foi a adrenalina vivida durante o percurso até ao centro de Cabeceiras de Basto.
Estava concluido um dia extraordinário. Chegava a hora de carregar novamente as bikes. Num total foram cerca de 52 km, podiam ter sido mais mas a verdade é que no final todos estavam satisfeitos. Antes ainda de arrancar, ouve tempo para mais uma "bejéca" já que o calor era tremendo. A propósito de calor, foi um dia em que os termómetros atingiram oa 36 graus, deixando-nos com um escaldão daqueles.
É sem dúvida um passeio a repetir. Falta apenas agredecimento ao Filipe, mentor deste dia. 


quinta-feira, 10 de maio de 2012

FORÇA MACHADO

É já no próximo domingo que o nosso amigo e companheiro, Machado, vai participar na Suiça no 10º Wind Romandie Bike Cup. O desejo de todos é que acima de tudo te divirtas. Um grande abraço de todos.



CABECEIRAS DE BASTO

Para este sábado temos agendado passeio por Terras de Cabeceiras. O encontro está marcado para as 7.30h de sábado no Largo da Mumadona.
Tudo preparado para a aventura.

domingo, 6 de maio de 2012

DIA DA MÃE

Sem programa previamente definido, fomos "desencaminhados" a dar um salto até Silvares onde se realizava o passeio local de BTT. Uma vez no local da partida, e como ainda era cedo para o arranque oficial, resolvemos meter rodas ao caminho e seguir as marcações. Na fase inicial, apesar de marcado, não estava propriamente fácil encontrar o trilho certo, valendo uns miudos que por lá andavam e sabiam por onde estava previsto passarem os bttistas.Depois de ultrapassadas as dificuldades iniciais de orientação lá conseguimos fazer o restante percurso, mesmo assim com algumas falhas de sinalização. Nada que não fosse resolvido. Passamos o reforço, oferecido pela organização, mas não quisemos abusar da simpatia, apesar da insistência, até porque não estavamos inscritos prosseguindo sem parar. A paragem foi feita mais à frente para comer alguma coisa que transportavamos nos camelbacks, altura em que a chuva fez a sua aparição e caiu com boa intensidade. Voltamos a arrancar para os poucos quilómetros que faltavam até final. Uma vez no local de chegada, a simpatia da organização voltou à carga, quase nos obrigando a degustar uma bifana ficando admirados com a nossa recusa. Não poderia ser de outra forma. Aproveitamos apenas para lavar as "burras" que se encontravam num estado lastimável.

Positivo: Os trilhos escolhidos para os quilómetros anunciados (30); Passeio acessível a todos; Muito rolante de dificuldade média apenas em alguns locais, o restante era fácil; Trajeto ideal para a diversão; A simpatia das pessoas escolhidas pela organização.

Negativo: As marcações, exigiam muita atenção e mesmo assim...; Pouco percetiveis em alguns locais o que originava alguns transtornos; Fitas em excesso em determinados locais que não eram necessárias em deterimento de outros onde não existiam.






quarta-feira, 2 de maio de 2012

1º DE MAIO

No dia do trabalhador, não podiamos faltar ao trabalho!

ROTA DAS ALDEIAS HISTÓRICAS

6h45 no centro das Taipas! Após uma semana de expectativa com a meteo sempre a mudar, até acordei antes do despertador. Também não era para menos, o dia prometia 70 kms de pura diversão e BTT. Ninguém se atrasou e os 4TeamBTT cumpriram o horário anunciado à risca, e assim, ainda faltavam 5 min. para as nove, já estávamos a tomar o café da manhã em Montalegre. Ainda não eram nove e dez já arrancávamos cheios de vontade de pedalar pela serra. Os 4TEAMBTT conseguiram juntar um grupo que ultrapassou a meia centena de BTTistas, e um grupo assim tão extenso não é fácil de gerir, mas tudo se passou na perfeição. Os trilhos com paisagens de cortar a respiração e S. Pedro ajudaram e muito! Foram muitas as aldeias que visitámos, mas destaco Tourém e Pitões das Júnias (onde parámos para retemperar forças e aconchegar o estômago). Ainda houve tempo para ver alguns flocos de neve (!) mesmo no ponto mais alto do percurso. Fantásticos o percurso, o convívio, e a organização (tanto trabalho sem esperar nenhum retorno!)




Trilho GPS